Paracetamol matéria-prima para sedativo

• Pesquisa

Paracetamol como matéria-prima para sedativo

Escrito por: Elessandra Asevedo

Para evitar o desperdício do paracetamol e a falta do sedativo propofol durante emergências, cientistas do Centro de Ciências Naturais e Humanas da Universidade Federal do ABC (UFABC) desenvolveram um método capaz de unir as duas cadeias de produção em um modelo de economia circular. Os pesquisadores utilizaram o comprimido de paracetamol, independentemente do prazo de validade, como matéria-prima, sem a necessidade de retirar outros componentes da composição para sintetizar o princípio ativo do sedativo.

Além disso, como todas as etapas foram executadas em meio ácido, foi possível realizar toda a síntese em um único frasco de reação. “Essa abordagem, chamada ‘one-pot’, é mais eficaz e sustentável, evitando etapas de extração e purificação para cada transformação envolvida, trazendo economia de tempo e custo”, explica o professor doutor Álvaro Takeo Omori, docente de Química da UFABC e autor do estudo.

O paracetamol é um medicamento comumente utilizado, presente nas residências e hospitais e abundante no mercado. Porém, muitas vezes sobra nos estoques de hospitais e nas prateleiras de farmácias por falta de procura. Assim, o produto é simplesmente descartado quando chega à data de vencimento. Em contrapartida, há medicamentos mais escassos em unidades de saúde, como o sedativo propofol, que faz parte do ‘kit intubação’ e teve a disponibilidade diminuída durante a pandemia de Covid-19 no Brasil.

Métodos caros

De acordo com o pesquisador, relatos na literatura descrevem estratégias para obtenção de um propofol de pureza adequada para o uso em intubação, porém, esses métodos são caros. Além disso, requerem altas temperaturas e condições energéticas, assim como utilizam solventes tóxicos e geram muito resíduos, o que não é interessante do ponto de vista ambiental.

Assim, embora ainda seja necessário passar por mais testes para atestar a pureza do produto final, o processo desenvolvido na UFABC é considerado de fundamental importância. Acima de tudo, porque ajuda a evitar o desperdício do paracetamol reaproveitando um insumo farmacêutico ativo que já completou seu ciclo de vida e sobrou para suprir outra cadeia de produção. O estudo ‘Direct One-Pot Synthesis of Propofol from Paracetamol Tablets foi publicado na revista ACS Sustainable Chemistry & Engineering em janeiro de 2023.

DIREITOS RESERVADOS ®
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização da Companhia de Imprensa e da Yakult.

Paracetamol

Propofol

Kit intubação

Matérias da Edição