• Saúde

Sono de qualidade mantém a saúde do coração

Escrito por: Elessandra Asevedo

Dormir bem é essencial para manter o coração saudável, de acordo com a American Heart Association (AHA), uma das maiores entidades de saúde do mundo. A AHA recomenda que adultos tenham de 7 a 9 horas diárias de sono ininterruptas para diminuir o risco de doenças cardíacas, acidente vascular cerebral (derrames) e outros problemas graves de saúde, ganhando a mesma relevância de realizar atividades físicas, ter alimentação saudável, controlar o peso, a pressão arterial e o colesterol, reduzir o açúcar no sangue e não fumar.

Isso tudo porque o sono adequado promove a cicatrização e a reparação de células, tecidos e vasos sanguíneos, deixa o sistema imunológico mais forte, melhora a função cerebral, o humor e a energia – o que envolve o estado de alerta, a tomada de decisões, o foco, a memória, o raciocínio e a resolução de problemas. Além disso, reduz o risco de doenças crônicas. “A decisão da AHA acompanha os estudos produzidos nas três últimas décadas, reforçando que não se pode mais ignorar o sono no contexto cardiovascular”, afirma o cardiologista Luciano Drager, presidente da Associação Brasileira do Sono (ABS).

Em linhas gerais, quem tem algum distúrbio do sono tem maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares, como hipertensão e arritmias. Por isso, é importante tratar esses problemas precocemente. Segundo o médico, a ciência mostra que pacientes com apneia do sono que permaneceram sem tratamento, por exemplo, evoluíram ao longo dos anos com mais hipertensão arterial do que aquelas pessoas sem apneia ou que trataram o problema. A preocupação está atrelada a uma realidade epidemiológica sombria, uma vez que problemas do coração e/ou nos vasos sanguíneos são a principal causa de morte no Brasil.

DIREITOS RESERVADOS ®
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização da Companhia de Imprensa e da Yakult.

Matérias da Edição