Aromaterapia colabora com a saude

• Vida Saudável

Aromaterapia visa melhorar a qualidade de vida

Escrito por: Elessandra Asevedo

A aromaterapia é uma terapia alternativa que cresce exponencialmente e visa melhora da qualidade de vida. A metodologia faz parte das Práticas Integrativas e Complementares (PICS) do Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2018. A terapia consiste na aplicação terapêutica de óleos essenciais extraídos de vegetais, que podem ser inalados ou aplicados por via dérmica. Embora não substitua o tratamento médico convencional, evidências demonstram que a aromaterapia colabora com a saúde e o bem-estar.

Os óleos essenciais são substâncias complexas, compostas por centenas de componentes que podem variar dependendo do processo de extração ou da origem da planta. A aromaterapia melhora a qualidade de vida em diferentes frentes, pois os óleos possuem propriedades antimicrobianas, antivirais, antibióticas, anti-inflamatórias e antioxidantes. Além disso, a terapia auxilia no alívio do estresse, no tratamento da depressão e como auxílio contra a insônia. O estudo ‘Effectiveness of aromatherapy in reducing stress and anxiety levels in undergraduate health science students: a preliminary study’ comprovou a eficácia da aromaterapia na diminuição de níveis de estresse e ansiedade em alunos de graduação de cursos da área da saúde.

O ensaio clínico teve a participação de 36 alunos de graduação de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), de ambos os sexos e com idade entre 18 e 29 anos. Os estudantes foram divididos em grupo aroma, submetido a sete sessões de aromaterapia, e grupo controle, que não recebeu tratamento. Os voluntários inalaram uma mistura de óleos essenciais de lavanda, laranja azeda, ilang-ilang e cedro, que atuam no estresse e na ansiedade.

Resultado

Após as sessões, houve melhora significativa dos níveis de estresse e ansiedade no grupo tratado com aromaterapia, quando comparado ao grupo controle. Os resultados mostraram redução em 24% no nível de estresse, 11% nos níveis de ansiedade traço – característica individual do traço de personalidade – e 18% de estado, que se caracteriza por uma resposta emocional passageira.

Além disso, outros estudos realizados em diferentes países mostram benefícios na melhora da função cognitiva e nas doenças inflamatórias crônicas, entre outras. No entanto, alguns pesquisadores orientam a sempre usar a aromaterapia com acompanhamento de um profissional. Isso se justifica porque podem ocorrer efeitos adversos leves e reações tóxicas graves, incluindo abortos e anomalias na gravidez, neurotoxicidade, hiperatividade brônquica, hepatotoxicidade, ginecomastia pré-púbere e telarca precoce.

DIREITOS RESERVADOS ®
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização da Companhia de Imprensa e da Yakult.

Práticas Integrativas

Matérias da Edição